Ostarine e outros SARM’s Você sabe o que é?

19/02/2020
Ostarine e outros SARM’s Você sabe o que é?

A sigla SARM identifica um termo em inglês para Selective Androgen Receptor Modulator, que é traduzido livremente para a língua portuguesa como modulador seletivo de receptores androgênicos. Eles pertencem a uma classe de substâncias que podem produzir efeitos semelhantes aos esteroides anabolizantes, sem contudo produzir os efeitos colaterais esperados dos esteróides.

Os SARMs agem de uma forma muito mais específica se ligando a receptores e tecidos, promovendo seus efeitos nos músculos, ossos e células de gordura. Ostarine, também conhecido como MK-2866 é um SARM  que estimula o aumento da massa muscular, ganho de força e a redução de gordura corporal acumulada simultaneamente, o chamado efeito “recomp”. 

INDICAÇÕES E BENEFÍCIOS: 

• Promove o crescimento e definição muscular; 

• Efeito “recomp”; 

• Manutenção de tecido muscular magro;

• Aumento da resistência e força muscular; 

• Redução da gordura corporal; 

• Aumento do condicionamento físico.

MECANISMO DE AÇÃO: Ostarine atua ligando-se ao receptor seletivo androgênico, promovendo atividade anabólica no tecido ósseo e muscular sem expressão de atividade androgênica no tecido muscular não-esquelético. O estímulo da síntese proteica ocorre através da ligação e ativação do receptor, modificando a expressão gênica e consequentemente aumento muscular.

O mecanismo de crescimento muscular por Ostarine é semelhante aos dos esteroides anabolizantes, no entanto, os efeitos adversos não são nocivos quando comparado a outras drogas esteroides e pró-hormonais que podem levar ao aumento da próstata, ginecomastia e outras alterações em órgãos sexuais secundários.

Devido a capacidade de possuir atividade anabólica nos tecidos musculares e ossos quase que exclusivamente, Ostarine apresentar grande capacidade de tratamento para outras condições de doenças musculares. Ostarine possibilita ainda a construção de massa muscular para atletas, bem como um agente para reduzir a atrofia durante os períodos de recuperação de procedimentos cirúrgicos graves.

#emporiopharma #farmaciademanipulacao #patospb #sarms #ostarine #musculos #fitness #hipertrofia #saude

REFERÊNCIAS:

Yamamoto, D., N. Ikeshita, T. Matsubara, H. Tasaki, E. H. Herningtyas, K. Toda, K. Iida, Y. Takahashi, H. Kaji, K. Chihara, and Y. Okimura. 2008. ‘GHRP-2, a GHS-R agonist, directly acts on myocytes to attenuate the dexamethasone-induced expressions of muscle-specifi c ubiquitin ligases, Atrogin-1 and MuRF1’, Life Sci, 82: 460-6. Mitch WE, Price SR. Mechanisms activated by kidney disease and the loss of muscle mass. Am J Kidney Dis. 2001;38(6):1337–1342. Kamel HK. Sarcopenia and aging. Nutr Rev. 2003;61(5 Pt 1):157– 167. Negro-Vilar A. Selective androgen receptor modulators (SARMs): a novel approach to androgen therapy for the new millennium. J Clin Endocrinol Metab. 1999. Chen J, Hwang DJ, Chung K, Bohl CE, Fisher SJ, Miller DD, et al. In vitro and in vivo structure-activity relationships of novel androgen receptor ligands with multiple substituents in the B-ring. Endocrinology. 2005;146(12):5444–5454. doi: 10.1210/en.2005-0732. [PMC free article] [PubMed][Cross Ref]. 24. Kim J, Wu D, Hwang DJ, Miller DD, Dalton JT. The para substituent of S-3-(phenoxy)-2-hydroxy-2-methyl-N-(4-nitro-3-trifl uoromethyl-phenyl)-prop ionamides is a major structural determinant of in vivo disposition and activity of selective androgen receptor modulators. J Pharmacol Exp Ther. 2005;315(1):230–239. doi: 10.1124/jpet.105.088344. Mohler ML, Bohl CE, Jones A, Coss CC, Narayanan R, He Y, et al. Nonsteroidal selective androgen receptor modulators (SARMs): dissociating the anabolic and androgenic activities of the androgen receptor for therapeutic benefi t. J Med Chem. 2009;52(12):3597–3617